Réveillon na Paulista: o espetáculo para quem não vai sair da capital

A 14° edição do Réveillon na Paulista, uma das festas de réveillon mais tradicionais do Brasil, promete ser inesquecível. A festa deve reunir 2 milhões de pessoas, que irão assistir aos shows de Fábio Jr., Fiuk e Banda Hori, Zezé Di Camargo e Luciano, Barra da Saia, Capital Inicial e a Escola de Samba Rosas de Ouro, campeã do carnaval paulista em 2010. Neste ano, o tema da festa é “São Paulo, a nossa obra de arte”. Inspirado na famosa frase de Mahatma Gandhi “A arte da vida é fazer da vida uma obra de arte”, o evento pretende homenagear os habitantes de São Paulo que, de alguma forma, contribuem com a produção de arte na cidade. O palco de 800 m² terá 27 metros de altura. Além disso, 13 telões serão espalhados ao longo da avenida, para garantir ao público a visualização plena dos shows. Ao todo, 25 geradores vão garantir energia para os mais de 700 mil watts de som e efeitos especiais – como a chuva de cinco milhões de confetes metalizados que foi planejada. Um show de luzes e 15 minutos de queima de fogos de artifício anunciarão a chegada de 2011.

As comemorações da virada terão início às 20h do dia 31 de dezembro e avançarão até às 2h30min do dia 1º de janeiro, sob o comando do ator Luigi Baricelli. Para garantir o conforto e segurança de todos, mais de quatro mil e quinhentas pessoas estarão atuando, direta e indiretamente, para realizar desde a montagem e desmontagem das estruturas até a realização dos shows que animarão o público.

Segurança

Serão 2.900 agentes da Polícia Militar, Guarda Civil Metropolitana e seguranças particulares atuando em toda a região da Paulista, com o apoio de viaturas, motocicletas, bases comunitárias e do helicóptero Águia. Além disso, 10 câmeras de vigilância com acionamento por controle remoto ajudarão a monitorar a festa. Não será permitida a entrada de materiais pontiagudos, cortantes ou garrafas durante o evento, por isso a vistoria de bolsas e mochilas será feita em toda a extensão da avenida. O público que participar da festa poderá ficar tranquilo quanto à alimentação e bebida, pois 80 quiosques serão instalados entre as ruas Ministro Rocha Azevedo e a Alameda Campinas.

Transporte

A melhor opção ainda é o transporte público. O sistema vai operar de forma ininterrupta com embarque e desembarque até às 2h do dia 1º de janeiro. Após este horário, as estações Paraíso (Linha 1 – Azul), Brigadeiro e Consolação (Linha 3 – Verde) ficarão abertas somente para embarque. As demais permanecem funcionando apenas para o desembarque. A frota de trens será reforçada e haverá aumento no contingente de operadores de tráfego e seguranças. A orientação do Metrô é para que os usuários comprem antecipadamente os bilhetes de embarque, para evitar filas e facilitar o acesso.

Números do evento

Trezentos e cinquenta banheiros químicos serão distribuídos em pontos estratégicos da avenida. Dez ambulatórios médicos com materiais e equipamentos de pronto atendimento, dez bases comunitárias da Polícia Militar e dez ambulâncias com médicos e enfermeiros e UTI móvel estarão disponíveis ao longo dos dois quilômetros da avenida. São aguardados cem mil turistas para o evento.

Assim, se você não for viajar no feriadão, aproveite a chance e participe da festa na mais paulista das avenidas. Com certeza você não se arrependerá!

Anúncios

1 Comentário »

  1. […] Foto: Felipe Godoy Blog […]


{ RSS feed for comments on this post} · { TrackBack URI }

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: