CPTM lança Expresso Turístico para Paranapiacaba

Felipe Godoy

A Secretaria dos Transportes Metropolitanos e a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) realizam nesta sexta-feira, 17, a viagem inaugural do Expresso Turístico para Paranapiacaba. A vila histórica é o terceiro destino a receber o serviço. A primeira viagem comercial acontece neste domingo, 19. A partir dessa data, as partidas serão quinzenais, alterando com o roteiro para Mogi das Cruzes.

No início do mês, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) concedeu autorização para a CPTM iniciar os serviços. Uma viagem teste foi realizada com sucesso no dia 5 de setembro, para que fossem feitos todos os ajustes necessários antes do início da operação.

As viagens partirão da Estação da Luz sempre às 8h30, retornando às 16h30. Haverá uma parada na Estação Prefeito Celso Daniel-Santo André de dez minutos, onde a população da região do ABC poderá embarcar até Paranapiacaba. O percurso tem duração aproximada de uma hora e meia. O valor do ingresso é de R$ 28,00, para quem embarcar em Luz, e de R$ 25,00 em Santo André, com descontos de 50% para até três passagens adicionais adquiridas.

A extensão do Expresso Turístico até Paranapiacaba integra o convênio existente entre a CPTM e a MRS Logística, uma vez que o trecho entre Rio Grande da Serra e Paranapiacaba faz parte da concessão da MRS. O novo destino contou também com o apoio da prefeitura de Santo André, que implantou a plataforma de embarque e desembarque em Paranapiacaba.

Será utilizada a mesma composição que já opera os roteiros de Jundiaí e Mogi das Cruzes: dois carros Budd-Mafersa da década de 60 cedidos pela ABPF (Associação Brasileira de Preservação Ferroviária) e totalmente recuperados pela CPTM, com capacidade total de 174 passageiros. Os carros são tracionados por locomotivas a diesel da CPTM (uma delas General-Electric U20C, fabricada na década de 60, e outras duas ALCO RS-3, fabricadas na década de 50).

História

A Vila Ferroviária de Paranapiacaba foi criada para abrigar operários da São Paulo Railway, responsáveis pela implantação do sistema ferroviário que atravessa a Serra do Mar e, posteriormente, por funcionários que cuidariam da manutenção do sistema.

A construção da ferrovia, em meados de 1860, foi determinante para a expansão do café no interior do Estado e para o escoamento da produção com maior facilidade para o porto de Santos, a partir de 1867, com a inauguração da via.

A implantação do serviço fortalece e dinamiza a atividade turística que vem sendo implementada em Paranapiacaba. Os moradores consideram a atração essencial para incrementar o turismo local que possui grande apelo histórico e cultural.

Turismo

Distrito do município de Santo André, a vila é, atualmente, roteiro de lazer, atividades de pesquisa, educação, entretenimento e ecoturismo, praticado nas várias trilhas que cortam a Serra do Mar. Paranapiacaba também é reconhecida pela arquitetura do século XIX, influenciada pelo estilo inglês.

O turista poderá conhecer o Museu do Castelinho, o Centro de Documentação em Arquitetura e Urbanismo, o Parque Natural Municipal Nascentes de Paranapiacaba, a Casa Fox, a Casa da Memória, o Centro de Visitantes, o Clube União Lyra Serrano e o Antigo Mercado. Além disso, em datas especiais, é possível encontrar em operação a segunda locomotiva mais antiga do Brasil, que pertenceu à SPR e hoje integra o acervo da Associação Brasileira de Preservação Ferroviária.

Porém, engana-se quem acredita encontrar a vila histórica preservada, como mostra matéria publicada no Estadão.com (http://fb.me/FWWED6s1). Veja um trecho da reportagem: “há tempos, a conservação e restauro do patrimônio histórico do bairro vêm sendo negligenciados. ‘Não tenho visto um trabalho de manutenção’, diz a artista plástica e dona de pousada Cristina Telles Gomes, que vive ali há 12 anos. ‘É algo que preocupa muito, como se fosse um pedaço da gente que vai se estragando’, completa Zilda Bergamini, moradora de Paranapiacaba desde 1970, proprietária de um bar e diretora da União Esportiva Charles Miller”.

Expresso Turístico

Criado pela Secretaria dos Transportes Metropolitanos e pela CPTM em parceria com a Secretaria do Esporte, Lazer e Turismo, com o apoio da Associação Brasileira de Preservação Ferroviária (ABPF), Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) e das prefeituras municipais de Jundiaí, Mogi das Cruzes e Santo André, o Expresso Turístico é capaz de agregar o passado, o presente e o futuro em um novo serviço ferroviário voltado para o turismo, através da história, da cultura, da arquitetura e do meio ambiente.

Atualmente, o serviço conta com viagens semanais para Jundiaí, com partidas aos sábados, e para Mogi das Cruzes, quinzenalmente aos domingos. As passagens podem ser adquiridas diretamente na bilheteria da Estação da Luz, entre 6 horas e 18h30, ou na bilheteria da Estação Prefeito Celso Daniel-Santo André, das 8 às 17 horas. A disponibilidade de lugares para os três destinos pode ser conferida no site da CPTM www.cptm.sp.gov.br.

Serviço
Expresso Turístico para Paranapiacaba
Local: Estação da Luz e Estação Prefeito Celso Daniel-Santo André da CPTM
Saídas: A partir de 19 de setembro, quinzenalmente aos domingos
Horário: 8h30 (Luz) e 9 horas (Santo André)
Valores: R$ 28,00 – na compra de ingressos para até três acompanhantes, desconto de 50% e R$ 25,00 – para embarque em Santo André

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: