Fernando Pessoa: Plural como o Universo

Reprodução

Fernando Pessoa, um dos maiores poetas do  século  XX,  está  sendo  celebrado  em uma  exposição  no  Museu  da  Língua Portuguesa.  A  mostra  “Fernando  Pessoa: Plural  como  o  Universo”,  proporciona ao  público  a  possibilidade  de  conhecer, ou  reconhecer,  algumas  das  personas do  poeta  português,  que  se  revelam nos  versos  assinados  por  seus heterônimos  –  personagens-poetas  com  identidade própria  –  e  por  Pessoa,  e observar a interação entres esses e outros vários personagens literários  criados  ao  longo  de  seus  47 anos de vida.

Durante  o  percurso  da  exposição,  o visitante  entrará  em  contato  com  os versos  de  Alberto  Caeiro,  o  “poeta da  natureza”;  Ricardo  Reis,  médico  e discípulo de Caeiro; Álvaro de Campos, um engenheiro de educação inglesa e origem portuguesa;  Bernardo  Soares,  autor  do Livro do Desassossego; e de Pessoa, “Ele-mesmo”,  considerado  pelo  próprio  um ortônimo,  em  tom  de  ironia.  Estarão expostos  também  poemas  de heterônimos menos  conhecidos e  de  algumas  de  suas personalidades  literárias, como  o  Barão  de  Teive,  o prosador suicida.

Esta é a primeira vez que o museu abriga uma exposição sobre um autor português. Depois  de  homenagear  grandes  nomes da  literatura  brasileira,  como  Guimarães Rosa, Clarice Lispector e Machado de Assis, o  Museu  apresenta  a  vida-obra  ou  obra-vida  do  poeta,  autor  do  verso  “Viver  não é  necessário;  o  que  é  necessário  é  criar”, por meio  de  textos,  imagens  e  vídeos.  O visitante  terá  a  chance  de  ver  algumas raridades, como a primeira edição do  livro Mensagem,  único  publicado  por  ele  em vida, e os dois números da revista Orpheu, um marco do modernismo em Portugal. A  mostra  tem  curadoria  de  Carlos  Felipe Moisés  e  Richard  Zenith  e  projeto cenográfco assinado por Helio Eichbauer. A exposição apresenta toda a multiplicidade da  obra  de  Pessoa  e  pretende  conduzir o  visitante  a  uma  viagem  sensorial  pelo universo do poeta, fazendo-o ler, ver, sentir e ouvir a materialidade de suas palavras.

Serviço

Até 30 de janeiro de 2011

Museu da Língua Portuguesa

Praça da Luz, s/nº, Centro

Telefone: (11) 3326-0775

http://www.museudalinguaportuguesa.org.br

Ingresso: R$ 6,00

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: