Sustentabilidade: um conceito sistêmico

O termo é recente, mas já está em pauta em todos os fóruns e encontros entre os líderes mundiais. Com o aumento dos desatres naturais, inclusive em áreas antes consideradas “seguras” por especialistas, a preocupação em cuidar da Terra também cresceu. Porém, muitos possuem uma visão equivocada sobre o tema. Acreditam que sustentabilidade trata-se de ações ligadas apenas à questões ambientais. O que não é verdade!

O Relatório Brundtland, elaborado em 1987, traz a definição mais aceitável sobre o que é sustentabilidade. Segundo o documento, para um empreendimento ser sustentável ele precisa “satisfazer as necessidades presentes, sem comprometer a capacidade das gerações futuras de suprir suas próprias necessidades”. Ou seja, devemos preservar hoje, pensando no amanhã. Para uma ação humana ser sustentável ela precisa atender quatro requisitos básicos: ser ecologicamente correta, viável do ponto de vista econômico, socialmente justa e aceita pela cultura onde será implantada. A sustentabilidade não se restringe somente à ações de nível mundial, pelo contrário, deve começar em nossa casa, vizinhaça e empresa.

Plantar não é apenas um termo agrícola. Também deve ser usado no nosso dia a dia, nas nossas atitudes. Cuidar do planeta é muito mais do que não jogar lixo no chão, plantar uma árvore ou comer alimentos orgânicos. Ser sustentável é, acima de tudo, ter consciência e pensar que devemos “plantar” hoje, pensando no que nossos filhos colherão amanhã.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: